fbpx

Análise do mercado :: semana 13 à 17 de Setembro

Internamente, atravessamos  um momento extremamente sensível na política, atualmente capitaneado pela ruptura entre os poderes executivo e judiciário, que intefere de forma negativa no andamento dos negócios e da economia no país.

Observamos logo abaixo como a curva de juros longos abrirem mais de 1oo pontos base num períod de um mês, apontando que o prêmio de risco do país vem aumentando significativamente, tanto pelo aspecto político, como também pelo lado da dívida (econômico).

Análises gráficas

As análises abaixo refletem apenas opiniões de cunho pessoal, e não ecoam de maneira alguma qualquer tipo de recomendação de investimento. Além disso, as mesmas são estritamente gráficas, e não consideram qualquer variável adicional, incluindo as citadas no início desse texto.

Índice futuro da Bovespa

O fechamento abaixo de 114.900 pontos na semana passada indica a predominância da força vendedora, com possível alvo na região de 109.500 pontos aproximadamente e num cenário mais “estressante” quiçá a região de 107.800 pontos.

Contratos de dólar futuro (WDO)

Os contratos futuros de dólar futuro encontraram resistência na região de 5340 e 5450 respectivamente, conforme destacado no gráfico abaixo. O risco fiscal e as intermináveis crises políticas, deixam a faixa abaixo dos USDBRL 5,00 como um sonho novamente distante. A perda de 5140 poderia levar o mercado a retestar a região abaixo de 5. Vamos acompanhar.

A expectativa era que o índice DXY rompesse o seu topo anterior, confirmando a figura de ‘W’, acima de 93.600 pontos, o que de fato ainda não aconteceu, conforme observa-se no gráfico a seguir. Um fechamento nesta semana abaixo de 92.000 seria uma sinalização mais negativa para o ativo…

No entanto as divulgações ainda dúbias da economia americana continuam a dar suporte para uma política mais dovish do FED, sugerindo que as taxas de juros reais negativas americanas podem permanecer neste patamar ainda por mais algum tempo.

S&P 500

O principal índice americano, na última semana, não conseguiu fazer novas máximas e superar o topo histórico na região de 4.550 pontos. 

A economia americana ainda vem produzindo sinais de recuperação, no entanto, com indicadores mistos (como a última divulgação do payroll bem abaixo das expectativas do mercado).

A tendência de alta se mantém até segunda ordem, no entanto, tivemos no gráfico diário uma correção profunda, por 5 dias consecutivos na última semana. A perda da região de 4.440 pontos poderia ser o gatilho para a continuidade da correção. Vamos acompanhar com atenção.

Commodities / Metais / Bitcoin

Nas últimas semanas o preço do barril de petróleo vem oscilando bastante com o receio no lado da demanda perante o aumento do contágio pelo coronavírus ao redor do mundo, e também pela possível desaceleração da economia chinesa, conforme sugere as últimas divulgações de indicadores econômicos.

Temos uma resistência muito nítida na região de 71,50 e suportes na região de 66,50. O rompimento dessas extremidades poderia indicar o caminho mais provável para o ativo, nos próximos dias. Lembrando que nesta 4a. feira teremos a divulgação dos Estoques de Petróleo nos EUA, que costuma trazer bastante volatilidade ao ativo. Vamos acompanhar.

Os preços do minério de ferro vêm corrigindo de forma acentuada, saindo de uma máxima de quase USD 230, chegando a atingir um valor inferior aos USD 126, com potencial para alcançar a região dos USD 113, conforme podemos observar no gráfico a seguir.

Ouro / Bitcoin

O metal, em seu gráfico diário, tem suportes e resistência muito nítidos conforme podemos observar no gráfico a seguir. Resistências mais imediatas encontram-se no 1830 e 1910 respectivamente. Os suportes mais próximos encontram-se no 1.752 e 1.680 respectivamente.

Já o bitcoin depois de retestar a faixa dos USD 53 mil na última semana, voltou a cair de forma muito consistente no dia 07 de setembro e agora parece “armar” uma nova pernada de baixa. Será que chegaremos novamente nos 36.000 dólares, onde temos a retração de 62% da última perna de alta? Vide gráfico a seguir…

Agenda econômica

Teremos uma agenda econômica relativamente morna, nesta semana. Destacam-se os eventos de divulgação dos dados de inflação nos EUA, estoques de petróleo, vendas do varejo nos EUA e inflação na zona do Euro.

A seguir sumarizamos os eventos que serão divulgados nesta semana, de acordo com a Investing.com

 

Se este conteúdo lhe foi útil de alguma forma, não esqueça de compartilhar nas listas de discussão que você participa.

Aproveitamos também para agradecer as 1.376 inscrições e convidá-los a assistirem os principais vídeos do nosso canal do Youtube:

 

Para receber outras informações diárias, curta nossa página no Facebook ou inscreva-se no nosso canal do Telegram, TwitterInstagram. Postamos diariamente algumas idéias, nessas redes sociais, e sua participação e feedback serão mais do que bem vindos. 

Produtos para investidores



Leia também…

Tagged

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

18 − 16 =