fbpx

Análise do mercado :: semana 8 à 12 de Março

Contexto no Brasil

A cada semana observamos as discussões em torno do problema fiscal do Brasil. Um país relativamente jovem, mas com endividamento de país desenvolvido (referimo-nos à relação dívida x PIB – ver gráfico a seguir), apesar de ter ainda toda uma infraestrutura para ser construída, uma educação a ser melhorada, etc.

Definitivamente enquanto não houverem avanços significativos na redução do tamanho do estado e aprovação de medidas que favoreçam a liberdade econômica possivelmente veremos o país “correndo atrás do próprio rabo”.

As tentativas de minimizar os efeitos da pandemia, vieram tanto pelo aumento dos gastos públicos (expansão da dívida), como pela redução da taxa de juros básica do país, a SELIC (política monetária), na busca de incentivar o consumo / investimento.

Contudo, conforme mencionamos no último semanal, quanto maior a dívida, maior teoricamente deveria ser a taxa de juros a ser paga. Apesar desse movimento de juros baixos ter acontecido globalmente, a dose por aqui talvez tenha sido exagerada, uma vez que este atual nível de juros (jamais vista) atrelado à situação fiscal do país, formaram os ingredientes necessários para a disparada do dólar contra o real, saindo de praticamente 4,00 USD/BRL no início de 2020, para os 5,50 USD/BRL atuais.

Acreditamos que a situação é grave, sem solução rápida. Isso poderia mudar se, e somente se, todos os poderes trabalhassem em harmonia, e de forma colaborativa – quase como num filme de ficção.

E sim, tudo ainda pode piorar, principalmente se a evolução dessa pandemia se intensificar.

Análises gráficas

As análises abaixo refletem apenas opiniões de cunho pessoal, e não ecoam de maneira alguma qualquer tipo de recomendação de investimento. Além disso, as mesmas são estritamente gráficas, e não consideram qualquer variável adicional, incluindo as citadas no início desse texto.

Ibovespa – Índice Futuro

Nosso índice futuro parece ter encontrado forte suporte na região de 107.000 pontos e agora caminha para o topo do canal de baixa que temos formado nitidamente.

Apenas um fechamento acima de 121.200 pontos desconfiguraria esse canal de baixa. A resistência mais imediata encontra-se por volta dos 118.000 pontos.

 

Contratos de dólar e DXY

Perspectiva de mais alta? Confira nossa visão no vídeo a seguir.

S&P 500

Movimento em fase final, antes de uma correção mais profunda?  

 

Commodities

Também como vínhamos mencionando desde o ano passado, o preço do barril de petróleo mais do que alcançou o seu preço pré-pandemia.

“O preço do barril de petróleo WTI rompeu para cima uma consolidação entre os 34-42 USD/bbl que se arrastava desde o início de junho deste ano, caminhando para atingir o seu preço pré pandemia na faixa dos 66 USD/bbl.”

 

O preço do minério de ferro parece ter pouco upsite….

Ouro

O metal chegou numa região interessante. Base de um canal de baixa. Acompanhem nossa análise…

Agenda econômica

O calendário econômico desta semana será bem pesado…

Se este conteúdo lhe foi útil de alguma forma, não esqueça de compartilhar nas listas de discussão que você participa.

Aproveitamos também para agradecer as 1.199 inscrições e convidá-los a assistirem os principais vídeos do nosso canal do Youtube:

 

Para receber outras informações diárias, curta nossa página no Facebook ou inscreva-se no nosso canal do Telegram, TwitterInstagram. Postamos diariamente algumas idéias, nessas redes sociais, e sua participação e feedback serão mais do que bem vindos. 

Produtos para investidores



Leia também…

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

1 × 1 =